1996



Lúcia Moniz consegue o melhor resultado de sempre para Portugal. a canção, que levou ao ESC, "O Meu Coração Não Tem Cor" obtém 92 pontos e classifica-se em 6º lugar.     

   

1995



Foi o ano de Tó Cruz, que defendeu no palco eurovisivo, "Baunilha e Chocolate". O cantor português obteve apenas 5 pontos, classificando-se em 21º lugar.   

     

1994



Sara Tavares interpretou, em Dublin, "Chamar a Música", classificando-se em 8º lugar, com 73 pontos.   

   

1993



Anabela, com apenas 16 anos, é a intérprete que representa Portugal com a canção "A Cidade (até ser dia)". Anabela consegue classificar-se em 10º lugar, obtendo 60 pontos, dos quais 12 vieram da Holanda e de Espanha.

        

1992



Dina vai a Estocolmo cantar "Amor D'Água Fresca", conquistando o gosto dos fãs mas não dos jurados europeus, que lhe atribuíram o 17º lugar na classificação final.

         

1991



É em Roma, que Portugal volta a ter esperança numa boa classificação no certame internacional. Dulce Pontes é a intérprete e a sua "Lusitana Paixão" classifica-se em 8º lugar, 62 pontos.           

  

1990



No primeiro festival realizado após a queda do muro de Berlim, Nucha é a intérprete que representa Portugal. Interpreta "Sempre, Há Sempre Alguém" e classifica-se em 20º lugar, com 8 pontos. 

       

1989



No último festival da década de 80, o grupo Da Vinci não conquistou a vitória que se pretendia. "Conquistador" arrecadou 39 pontos, classificando-se em 16º lugar na classificação final.      

     

1988



Dora regressa ao festival em 1988, com a balada "Voltarei", que repetiu o 18º lugar do ano anterior, com apenas 5 pontos.     

      

1987



O grupo Nevada interpretou "Neste Barco à Vela", classificando-se em 18º lugar, com 15 pontos.         

  

1986



Foi o ano de Dora, que interpretou, energicamente, "Não Sejas Mau P'ra Mim", No entanto, o tema português não conseguiu melhor do que um 14º lugar na classificação final.

 

 

Apoiar o Festival da Canção e EuroFestival da Canção e eventos relacionados.

 

Dinamizar iniciativas e eventos para os sócios com artistas e protagonistas dos Certames.

 

Promover a associação junto do Grande Público, e de entidades públicas e privadas.